Júri ocorrido em Curitiba reconhece legítima defesa e absolve acusado.

Após quase dez anos sendo processado por homicídio qualificado, J.B.A. foi levado a julgamento perante o Tribunal do Júri de Curitiba no último dia 03 de abril/18. Na ocasião, os jurados afastaram a tese acusatória que imputava ao denunciado a prática de um homicídio qualificado (motivo torpe) e reconheceram que o fato se deu no exercício da legítima defesa.

O Escritório Pereira Jorge, Zagonel e Torres – Sociedade de Advogados, expressa seu sentimento de orgulho e satisfação em ter sido honrado com a confiança depositada pelo acusado e toda a família.



Deixe uma resposta