Absolvido acusado de facilitar fuga de presos da Delegacia de Pinhais.

O Tribunal do Júri de Pinhais julgou nesta segunda-feira (31) o réu Ildefonso Emerson Nascimento de Mira, acusado de ter facilitado a fuga de presos da Delegacia de Pinhais.

O crime aconteceu no dia 09 de maio de 2013, na Avenida Camilo Di Lellis, no Centro de Pinhais. Ildefonso era agente carcerário e teria entregado um revólver calibre 38 usado no motim e fuga de detentos.

Segundo o advogado Luís Roberto Zagonel, a acusação aponta que a arma foi entregue 30 dias antes da fuga dos presos e dois policiais foram alvos de disparos durante a ação dos detentos. Zagonel destaca que não foi comprovada a informação que Ildefonso teria recebido R$ 500 para facilitar a entrada de celulares no presídio.

Diante da vontade dos jurados, o réu Ildefonso foi absolvido das acusações. A sentença foi proferida pela juíza Danielle Miola.

FONTE: Radiomais



Deixe uma resposta